Brasil piora em ranking da corrupção e ocupa 105° lugar

Brasil-piora-em-ranking-da-corrupção-e-ocupa-105°-lugar.jpgSessão para análise e discussão da Reforma Política Data: 28/05/2015 - Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados

Brasil piora em ranking da corrupção e ocupa 105° lugar…

Na edição de 2018 do Índice de Percepção da Corrupção (IPC), divulgado pela Transparência Internacional, o Brasil aparece em 105º lugar. Uma piora de 9 posições em relação ao ano anterior. O índice avalia a percepção da corrupção no setor público de 180 países.

O IPC é baseado na percepção de executivos, acadêmicos e estudiosos da área de transparência sobre o quão corrupto o setor público é. Com isso, são analisadas questões como burocracia, desvio de recursos públicos, nepotismo e iniciativas dos governos para combater a corrupção.

O índice usa uma escala de notas que vai de 0 a 100, na qual 0 significa que o país é considerado altamente corrupto e 100 significa que o país é considerado muito íntegro. Quanto mais alta a nota, melhor colocado o país fica no ranking. O Brasil teve nota 35 no IPC de 2018, o pior resultado desde 2012.

Desde 2014, ano em que o país estava na 69ª posição, o Brasil vem caindo neste índice. Em 2015, o país ficou em 76°, caindo para 79° em 2016. Já em 2017, o Brasil ficou em 96° lugar.

Neste ano, o Brasil ficou empatado com Costa do Marfim, Argélia, Armênia, El Salvador, Egito, Timor Leste, Zâmbia e Peru. Segundo o estudo, entre os países mais corruptos, estão Somália, Síria, Iêmen, Sudão do Sul e Coreia do Norte.

Já entre os países mais íntegros estão a Dinamarca, que ficou em primeiro lugar, a Nova Zelândia e a Finlândia.

Entre os 32 países americanos, o Brasil aparece com a 20ª posição. Em 2012, ele ocupava a 12ª.

Fonte: Observatório 3 Setor