Como cadastrar o drone no ANAC

Como-cadastrar-o-drone-no-ANAC.jpg

Se você quer aprender como cadastrar seu drone Phantom, Mavic, Inspire ou qualquer outro drone na ANAC, está no lugar certo. Neste post você vai aprender os 5 passos necessários (e simples) para ficar em dia com a Agência Nacional de Aviação Civil.

A regulamentação para utilizar drones no Brasil está aprovada desde maio de 2017, com o objetivo de tornar viáveis as operações desses equipamentos, preservando-se a segurança das pessoas.

Além de ficar atento às exigências, você precisa registrar seu drone, seja ele DJI Phaton, Mavic, Inspire ou outros modelos acima de 250g.

Como cadastrar o drone no ANAC:


1. Acesse o site do SISANT e crie uma conta

Acesse http://sistemas.anac.gov.br/sisant e clique em Cadastrar novo operador (caso ainda não tenha cadastro no sistema).

2. Cadastre o operador do drone

Na página seguinte, realize seu cadastro como operador, inserindo dados pessoais.

3. Insira dados do drone

Na tela seguinte, insira os dados da aeronave (drone). O peso do Phantom, Mavic e/ou Inspire, você encontra no site da DJI:

Porém, já colocamos alguns aqui para facilitar:

Dji Mavic Pro – 734g
Dji Phantom 4 advanced – 1368g
Dji Phantom 4 pro – 1388g
Dji Phantom 4 – 1380g
Dji Phantom 3 standard – 1216g
Dji Phantom 3 professional – 1280g

4. Crie número de cadastro e insira número da série

Nessa parte, você mesmo escolhe o número de cadastro com 9 caracteres (apenas números). Uma dica é usar seu número de telefone. Nessa parte, também vai precisar cadastrar o número de série do drone, normalmente ele está ao lado do QR Code após as iniciais SN (serial number).

Veja na foto abaixo, exemplo de onde fica o número de série em um Dji Phantom:

5. Baixe a certidão de cadastro

Pronto! Agora é só baixar seu certficado clicando no ícone do lado direito e levar sempre junto com seu drone quando for realizar algum voo. IMPORTANTE: Além desta certidão, você precisa de outros documentos se for viajar para outro país com seu drone.

Observações Importantes

Homologação da Anatel

Vale lembrar que a certificação da ANAC não isenta o proprietário do Drone de ter a Homologação da Anatel (apenas os P4 Advanced e os Mavic Pro mais novos já estão vindo com o selo de Homologação) e o cadastro da aeronave no sistema Sarpas do Decea, bem como a autorização individual para cada um dos voos. Vale lembrar aqui a história de um fotógrafo brasileiro que foi preso por realizar um voo não autorizado em Paris.

Voos em público

Entre as regras da ANAC, uma que merece sua atenção é a de voos sobre grupo de pessoas. Você poderá voar com o drone a uma distância mínima de 30 metros (na horizontal) de um grupo, como em manifestações, shows e jogos esportivos, exceto que você tenha autorização dos participantes, o que no caso de shows é possível, porém no caso de manifestações em espaço público, totalmente inviável.

Fonte: Epics