Quanto cobrar por um serviço com drones?

Quanto-cobrar-por-um-serviço-com-drones.jpg

A cada dia o mercado de drones tem crescido no Brasil. Quando os drones chegaram ao país em meados de 2012 poucas empresas tinham essa tecnologia, atualmente os drones estão se consolidando cada vez mais no mercado brasileiro, e por consequência disso cresce os pedidos de filmagens e fotografias aéreas.

Que tipo de serviço você irá prestar?

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que tipo de serviço você irá fazer, por exemplo: registro de imagem em plantações agrícolas, imóveis, vídeo clipes, casamento, área desmatada etc. É preciso ficar atento a essas condições, cada serviço será gravado em ambientes com diversos fatores de risco e você precisa estar atento às manobras e a complexidade do local na hora de gravar ou fotografar.

Fatores de risco que devem ser observados: vento, obstáculos, condições climáticas, campo magnético etc. Tudo isso deve ser incluído no seu orçamento na hora de prestar serviço com seu drone.

Investimento + mão de obra = preço

O preço da diária para filmagens com drone muda de local para o local. Dependendo do serviço o preço varia de R$ 1.500,00 a R$ 6.800,00. Mas isso depende do modelo do drone e da qualidade da câmera usada e o tipo de projeto. Esse preço já deve incluir a mão de obra e os custos do piloto, assistente, transporte, alimentação, edição de vídeo, tratamento nas fotos etc. Há também aqueles que cobram por hora de serviço, geralmente custa em torno de R$ 300,00 a R$ 500,00.

Dependendo de sua experiência e portifólio, é possível ganhar em média de R$ 4 mil a R$ 8 mil reais por mês com seu drone com 3 a 4 serviços mensais. Uma empresa no Rio de Janeiro, a Drone Imagem, chega a ganhar R$ 40 mil reais por mês atendendo 10 clientes. A Alfa Drones, por exemplo, entrou no mercado investindo R$ 8 mil reais e hoje fatura entre R$ 12 mil a R$ 15 mil.

Há também os preços menores que varia de R$ 500,00 a R$ 1.000,00 e essa variação é praticada por muitos proprietários de drones que querem entrar no mercado para captar clientes.

Mas vale a pena cobrar valores baixos?

Essa é uma questão que deve ser levada em conta na hora de captar clientes e envolve riscos. Imagine que você acabou de comprar um Mavic 2 Pro que custa em média R$ 10 mil e você cobrou uma diária de R$ 750,00, mas o local das filmagens tem obstáculos e você danificou alguma coisa no drone como o gimbal, por exemplo. Será que esses R$ 750,00 são suficientes para cobrir os custos desse acidente?

Muita gente desconsidera os fatores de riscos na hora de fazer seu orçamento para os clientes, e muitas vezes o valor cobrado não dá para cobrir eventuais acidentes que podem acontecer durante o trabalho. Aquilo que deveria ser um ganho extra acaba se tornando uma tremenda dor de cabeça para o proprietário do drone que acaba saindo no prejuízo. Além disso, quando isso acontece o trabalho de pós produção é realmente desmotivador. Se você deseja cobrar valores baixos o ideal é investir em aeronave de baixo custo com boa qualidade de câmera de no mínimo 1080p como o DJI SparkHubsan Zino ou Parrot Beebop 2. São drones que trazem uma ótima qualidade de imagem sem precisar de um investimento tão alto.

Cálculo básico de um orçamento:

Seu ganho líquido: R$ 1.500,00 + R$ 100,00 de gasolina + R$ 100,00 de alimentação + R$ 300,00 da edição de vídeos e fotos. Logo o valor total do trabalho seria: R$ 2.000,00

Cálculo básico de um orçamento por hora de trabalho (casamento):

Hora de trabalho = R$ 500,00 + R$ 100,00 de gasolina + R$ 100,00 de alimentação + R$ 300,00 da edição de vídeos e fotos. Se o casamento durar 4 horas o valor final é: R$ 2.500,00

Se liga na bateria e armazenamento

Para você e seu cliente não terem dor de cabeça, você precisa saber quanto tempo o trabalho vai durar, isso porque você precisa investir em duas coisas essenciais: bateria e cartão de memória. Não tente gravar vídeo em 4k com seu drone em um cartão de 16 GB em um trabalho que vai durar 1h, por exemplo. Obviamente você ficará sem espaço em pouco tempo. Por outro lado, para não deixar o cliente na mão é necessário que o drone tenha no mínimo 90 minutos de bateria garantidos, isso daria entre 3 a 4 baterias, dependendo do tempo de cada uma delas. Investir em bateria vai ajudar você a ter uma autonomia de voo e desempenho de trabalho muito maior, principalmente quando o local não há conectores de energia.

Fonte: Comprar Drones